Sobre

Franck Sastre

Franck Sastre

Sastre pinta a óleo, acrílico e tinta, em superfícies que incluem tela e madeira, bem como cartão e papelão, resultando em trabalhos que adicionam uma forte presença física ao seu estilo preciso. Nas suas imagens, linhas perfeitamente executadas e uma dependência de formas geométricas básicas formam um pano de fundo sólido no qual uma variedade de experiências – de figuras realistas a abstrações aventureiras – é vista. Sastre vive e trabalha na cidade espanhola de Vigo.

Cronologia

j
Pouca cor, anos 80

Etapa inicio

Naturaleza y ya solo me inspira no me influye. Por qué no quiero que se fijen más que lo importante de simbología que quiero expresar. Trazos unos encima de otros más gordos y finos con intermitencia.

j
Anos 90

Etapa curvas

Não posso negar que o feminino me inspira por muitas razões: sensibilidade, cumplicidade, escuta, doçura, sensualidade, paixão … e vermelho e preto estão presentes e tomam força para expressá-lo. Os traços tornam-se mais curvados como a realidade que eu quero pintar ou desenhar.

j
Inicio 2º milénio

Etapa explosão de cor

Eu não posso parar de olhar para as pequenas coisas que carregam o meu grande mundo interior. Eu só preciso disso e pergunto-me, a minha arte criativa pode expressá-lo? Pelo menos vou tentando ao dar cores brilhantes e fortes.

j
1ª era da década de 2000

Etapa Fantasía

De vez em quando é conveniente fixar a atenção e olhar o mundo face a face. Concentre-se no que é importante, o que aqueles que compartilham momentos de imaginação e fantasia nos querem dizer. É uma fonte de vida para se alimentar desse manancial de imaginação fantástica.

j
2015

Etapa arriscada

Visão diferenciada, escondida, proibida. Olhando para capturar o óbvio de outra perspectiva na fronteira de quase outra dimensão. Nem tudo é branco ou preto. Deformando o perfeito, mas deixando a silhueta ou a imagem do que é incorporado.

j
2017

Etapa Pop Art

Fundindo realidades, retratos com cores e e traços muito mastigados. O olhando através dos olhos… deixando impregnado aquele “Regard”. Etapa de colaboração com outros artistas na mesma tela, na mesma escultura e algumas palavras. Em suma, gerar inquietudes diferentes no momento de pintar.

Pin It on Pinterest

0
Your Cart
Your cart is empty.